1 Samuel 17 regista a história da importante vitória de Davi sobre Golias. Quando o rei Saul e o seu exército se prepararam para a batalha contra os filisteus (v2), Golias lançou um desafio direto para um confronto face a face.

“Escolham um homem para lutar comigo. Se ele puder lutar e matar-me, nós seremos seus escravos; todavia, se eu o vencer e o matar, vocês serão nossos escravos e nos servirão”.

Golias tinha um físico intimidante e um equipamento militar impressionante (v3 -5). Naturalmente, o medo espalhou-se por todo o acampamento israelita. Até o rei Saul ficou espantado e aterrorizado (v9-11). O medo não é estranho para nós. O medo pode ser descrito “como uma emoção forte causada pela consciência de algo ameaçador ou perigoso”. Todos nós experimentamos o medo e a incerteza devido à pandemia da COVID-19 (que parece só estar piorando).

Davi confiava em Deus. Ele estava cheio de fé (e não de medo). Por isso, foi combater Golias sozinho. Humanamente falando, Davi não tinha esperança contra Golias, o Campeão de Gate. Contudo, Davi sabia: “não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor” (v47b). Nota: Davi viu o desafio de Golias de uma forma muito diferente. Ele parece ter visto de uma perspectiva completamente diferente – a perspectiva de Deus!

No meio do medo crescente e da incerteza na sequência da segunda onda, precisamos de extrair fé na Palavra de Deus. Vamos nos concentrar na corajosa luta de Davi contra Golias para aprender lições para nós hoje. Quando temos fé, não precisamos de ter medo. Gostaria de destacar três pontos desta história familiar que nos ajudará a nos afastarmos do medo e a avançar em direção à fé.

Em primeiro lugar, quando temos fé, não precisamos de ouvir a voz do medo.

Golias gritava diariamente e desafiava os israelitas para uma luta um contra um. Quando todo o acampamento israelita ouvia Golias todos os dias, eles ouviam as suas vozes interiores de medo. Eles morriam de medo do Golias. Mas Davi optou por ignorar as ofensas e os insultos de Golias e por isso não se sentiu intimidado por ele. Davi tinha fé, por isso não ouvia as vozes de medo que o rodeavam.

Paulo nos lembra, “Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio” (2Tm 1:7). Portanto, quando nós temos fé, não ouviremos a voz do medo.

Em segundo lugar, quando confiamos na fidelidade de Deus, não precisamos ter medo.

Davi poderia facilmente recordar a ajuda e presença de Deus com ele no passado (v32-37). Ele narra dramaticamente como, enquanto jovem pastor, guardava o seu rebanho contra o leão e o urso, e como os golpeava para libertar as suas ovelhas – tudo isto com a ajuda de Deus!

O Salmo 23, talvez, recorda as primeiras experiências de Davi como jovem pastor: “O Senhor é meu pastor, de nada terei falta…não temerei perigo algum…a tua vara e o teu cajado me protegem…Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida…”

Hoje o Salmo carrega uma profundidade de significado e de discernimento quando se começa a ler à luz da pandemia da COVID-19. Deus permanece fiel para sempre. Por vezes, mesmo que sejamos infiéis. Quando nos lembramos da fidelidade de Deus nas nossas vidas, todos os nossos medos irão diminuir.

Em terceiro lugar, quando temos Deus na luta, não precisamos temer.

Como desafiante de Golias, Davi pode ter parecido um tolo sem equipamento militar. No entanto, Davi tinha confiança suficiente em Deus. Afinal de contas, esta era uma batalha do Senhor. Ele diz enfaticamente a Golias:

“…não é por espada ou por lança que o Senhor concede vitória; pois a batalha é do Senhor, e ele entregará todos vocês em nossas mãos” (v46-47).

Enquanto o medo se concentra no que vemos, a fé se concentra no que não vemos. A fé escolhe ver e crer que Deus está em todas as situações. A fé crê honestamente que a batalha pertence ao Senhor. Enquanto estamos na Fé, Deus luta em nosso nome.

Para finalizar, uma pergunta rápida! Qual é a voz que você está ouvindo – Fé ou Medo? Não precisamos deixar que o medo nos domine. Quando Deus está na questão, a fé supera o medo. Continuemos a confiar em Deus e a ler a Sua Palavra. Vamos passar do medo à fé. Amém!


Foto de Matan Levanon no Unsplash